A Família Angelus Domini agradece sua visita!

"É preciso reviver o sonho e a certeza de que tudo vai mudar. É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão. O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem sabe ver!"


domingo, 4 de março de 2012

A fraternidade e Saúde Pública (CF 2012)

"A Igreja propõe como tema da Campanha deste ano: A fraternidade e a Saúde Pública, e com o lema: Que a saúde se difunda sobre a terra (cf. Eclo 38,8). Deseja assim, sensibilizar a todos sobre a dura realidade de irmãos e irmãs que não têm acesso à assistência de Saúde Pública condizente com suas necessidades e dignidade. É uma realidade que clama por ações transformadoras. A conversão pede que as estruturas de morte sejam transformadas... Há muito tempo, ela (a saúde pública) vem sendo considerada a principal preocupação e pauta reivindicatória da população brasileira, no campo das políticas públicas."
(Trecho retirado do Texto Base da CF 2012).
Leia mais! 
Disponível em: http://cnbb.org.br/site/component/docman/cat_view/241-cf-campanha-da-fraternidade/386-cf-2012

Hino:


Letra: Roberto Lima de Souza
Música.: Júlio Cézar Marques Ricarte

1. Ah! Quanta espera, desde as frias madrugadas, 
Pelo remédio para aliviar a dor! 
Este é teu povo, em longas filas nas calçadas, 
A mendigar pela saúde, meu Senhor!   
Tu, que vieste pra que todos tenham vida, (Jo 10,10) 
Cura teu povo dessa dor em que se encerra; 
Que a fé nos salve e nos dê força nessa lida, (Mc 5, 34) 
E que a saúde se difunda sobre a terra! (Cf Eclo 18,8)  
2. Ah! Quanta gente que, ao chegar aos hospitais, 
Fica a sofrer sem leito e sem medicamento! 
Olha, Senhor, a gente não suporta mais, 
Filho de Deus com esse indigno tratamento!  
3. Ah! Não é justo, meu Senhor, ver o teu povo 
Em sofrimento e privação quando há riqueza! 
Com tua força, nós veremos mundo novo, (Cf Ap 21,1-7) 
Com mais justiça, mais saúde, mais beleza!  
4. Ah! Na saúde já é quase escuridão, 
Fica conosco nessa noite, meu Senhor, (Cf Lc 24,29) 
Tu que enxergaste, do teu povo, a aflição 
E que desceste pra curar a sua dor. (Cf Ex. 3,7-8)  
5. Ah! Que alegria ver quem cuida dessa gente 
Com a compaixão daquele bom samaritano. ( Lc. 10,25-37) 
Que se converta esse trabalho na semente 
De um tratamento para todos mais humano!  
6. Ah! Meu Senhor, a dor do irmão é a tua cruz! 
Sê nossa força, nossa luz e salvação! (Cf. Sl. 27,1) 
Queremos ser aquele toque, meu Jesus, (Cf. Mc. 5,20-34) 
Que traz saúde pro doente, nosso irmão!

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

12 anos de caminhada...

Desde o ano 2000 este grupo vem caminhando para a transmissão da mensagem de Deus. Através da música na liturgia, muitos por aqui passaram e deixaram suas marcas durante esses 12 anos.
Jovens, adultos... todos com a missão de evangelizar, cantando a liturgia na liturgia.
Foram muitos os passos, muitas as barreiras, mas o Senhor nos segurou pela mão estando conosco em todos os tempos.
Ao longo desse tempo foram muitas missas dominicais, especiais, festivas durante as festas dos padroeiros da paróquia, retiros, encontros, e uma unica missão: TRANSMITIR A MENSAGEM DO NOSSO DEUS!!!


A família Angelus Domini agradece a cada um que por aqui passou, e contribuiu para o cumprimento desse serviço!


Santa Cecília e São Gabriel, rogai por nós!
Milicias Celestes, intercedei a Deus por nós!


Angelus Domini - 12 anos de missão.
Comunidades: São José Operário - Trapiche da Barra
                         Nossa Senhora Aparecida - Ponta Grossa.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Desejo para o ano vindouro!

Mais um ano se finda, para o início de outro, cheio de esperanças!
Que possamos lutar e agir para um mundo melhor...
Começando pelo principal lugar: DENTRO DE NÓS MESMOS!
A partir dessa mudança interior, poderemos ver e realizar um mundo melhor, mais humano, mais divino...
Que o Cristo Jesus possa reinar nos nossos corações, e depois nos nossos lares.
Que a sejamos transmissores da paz e do amor do nosso Senhor, Mestre de todos os mestres, e Rei de todos os reis. E que o desejo universal seja que as barreiras entre Seus filhos sejam quebradas!



CANÇÃO ECUMÊNICA (Pe. Zezinho)
Que todos nós que acreditamos em deus
Saibamos viver em paz e dialogar
Que todos nós que cremos que deus é pai
Saibamos nos respeitar e nos abraçar
Filhos do universo
Filhos do mesmo amor
Saibamos amar uns aos outros
Ouvir o que o outro nos tem à dizer
E sem combater
Sem desmerecer
Primeiro escutar
Depois discordar
Por fim, celebrar e orar
E adorar e servir a deus
E ajudar e ajudar as pessoas
E respeitar os ateus.

Que todos possamos ser transmissores das mensagens do nosso Criador, que nos deu Seu Filho único para a remissão dos nossos pecados!


QUE 2012 SEJA REPLETO DE PAZ, AMOR...
E POSSA EXISTIR MUITO MAIS SERVOS PARA O REINO DE DEUS!


É o desejo da família Angelus Domini!
Feliz ano novo!



Poly Lima!

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Espera no Senhor...



"Mesmo quando a vida pedir de ti mais do que pode dar..."

Essa é a nossa fé...
Quando estivermos cansados do fardo pesado, temos que lembrar da cruz que Ele carregou!
Quando acharmos que ninguém nos entende, que estamos só, lembremos da promessa d'Ele que sempre estará ao nosso lado e não nos deixará!
Quando vier no  pensamento que a vida não vale à pena... Pensa naquele que tinha tudo pra ser um homem comum, mas fez a diferença quando deu a vida pelos nossos pecados!

"...Espera no Senhor, mesmo que Suas promessas demorem a se cumprir.
E a vontade dEle seja sacrifício para ti.
Espera no Senhor,
Há um Deus que te ama, e Ele tudo pode transformar.
Seu amor te sustentará, espera nEle, e Ele tudo fará..."

Espera no Senhor (Eliana Ribeiro)














Força na caminhada...
Abraços!
Poly Lima!

terça-feira, 23 de agosto de 2011

DIA DAS CRIANÇAS ANUNCIAR-TE



Um sucesso a festa das crianças realizada no dia 09/10, iniciativa do Grupo Anunciar-te.
Parabéns a equipe organizadora!!! Muito trabalho!
O AD foi parceiro também! É muito gratificante ver o sorriso estampado nos rostinhos daquelas crianças.







segunda-feira, 15 de agosto de 2011

21 DE AGOSTO: FESTA DA ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA





LADAINHA DE NOSSA SENHORA
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.
Pai Celeste que sois Deus, tende piedade de nós.
Filho Redentor do mundo que sois Deus, tende piedade de nós.
Espírito Santo que sois Deus, tende piedade de nós.
Santíssima Trindade que sois um só Deus, tende piedade de nós 

Santa Maria, rogai por nós. 
Santa Mãe de Deus, rogai por nós.
Santa Virgem das virgens, rogai por nós.
Mãe de Jesus Cristo, rogai por nós.
Mãe da divina graça, rogai por nós.
Mãe puríssima, rogai por nós.
Mãe castíssima, rogai por nós.
Mãe Imaculada, rogai por nós.
Mãe intemerata, rogai por nós.
Mãe amável, rogai por nós.
Mãe admirável, rogai por nós.
Mãe do bom conselho, rogai por nós.
Mãe do Criador, rogai por nós.
Mãe do Salvador, rogai por nós.
Virgem prudentíssima, rogai por nós.
Virgem venerável, rogai por nós.
Virgem louvável, rogai por nós.
Virgem poderosa, rogai por nós.
Virgem clemente, rogai por nós.
Virgem fiel, rogai por nós.
Espelho de justiça, rogai por nós.
Sede da sabedoria, rogai por nós.
Causa da nossa alegria, rogai por nós.
Vaso espiritual, rogai por nós.
Vaso digno de honra, rogai por nós.
Vaso insigne de devoção, rogai por nós.
Rosa mística, rogai por nós.
Torre de David, rogai por nós.
Torre de marfim, rogai por nós.
Casa de ouro, rogai por nós.
Arca da aliança, rogai por nós.
Porta do Céu, rogai por nós.
Estrela da manhã, rogai por nós.
Saúde dos enfermos, rogai por nós.
Refúgio dos pecadores, rogai por nós.
Consoladora dos aflitos, rogai por nós.
Auxílio dos cristãos, rogai por nós.
Rainha dos Anjos, rogai por nós.
Rainha dos Patriarcas, rogai por nós.
Rainha dos Profetas, rogai por nós.
Rainha dos Apóstolos, rogai por nós.
Rainha dos Mártires, rogai por nós.
Rainha dos Confessores, rogai por nós.
Rainha das Virgens, rogai por nós.
Rainha de todos os santos, rogai por nós.
Rainha concebida sem pecado original, rogai por nós.
Rainha assunta ao Céu, rogai por nós.
Rainha do sacratíssimo Rosário, rogai por nós.
Rainha da Paz, rogai por nós.
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos Senhor.
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos Senhor.
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós. 

quarta-feira, 20 de julho de 2011

20 de julho... DIA DO AMIGO

O AD é um grupo que tem muitos amigos, companheiros, parceiros...
Cada membro que chega é um amigo que fica...
E neste dia dedicado aos verdadeiros amigos, é imprescindível agradecer ao nosso Pai e Senhor por estes amigos... E vale também pedir a nossa mãe que interceda por cada um.
Obrigada a todos pelo amor e pelo carinho, e ainda mais pelas orações intencionadas a nossa caminhada na missão.
Que Deus esteja com cada um !!!
E como um grupo de música que se preze, não poderia faltar a música para este dia.
Vai... Anjos de Resgate... (Amigos pela fé/Mais que amigos)


Que o Senhor abençoe-nos e possamos ser amigos na caminhada!!!

domingo, 3 de julho de 2011

A PASTORAL DA MÚSICA CONVOCA

Todos os grupos de música, coros, corais, ministérios de música e semelhantes, atuantes na Paróquia de São José (Igreja Matriz e Comunidades) são convocados a participar da Formação Litúrgico-musical, a fim de melhorias para o serviço.

A realizar-se no DIA 17/07/2011, no SALÃO DA IGREJA DE SÃO JOSÉ;
Das 14h as 17:30;

Vale ressaltar que é imprescindível e importante a presença de todos Músicos instrumentistas, e cantores.

terça-feira, 21 de junho de 2011

11 ANOS DE CAMINHADA

A serviço de Deus, cantando A LITURGIA...
Muitos entram, muitos saem... cada um com sua contribuição...
A missão continua!

video

Angelus Domini
Desde janeiro de 2000...

quinta-feira, 16 de junho de 2011

SE BASTASSE UMA CANÇÃO (Pe Fábio de Mello)

Se bastasse cantar com ternura
Pra acalmar esses dias
Em que os homens perderam a doçura
De cantar morreria
Mas quem sou eu?
Mas quem sou eu?
Simples cigarra
Em que a voz é escrava
Da melodia
Se bastasse a canção da esperança
Pra inundar de alegria
A tristeza de nossas crianças
De cantar morreria
Mas quem sou eu?
Mas quem sou eu?
Um peregrino na estrada Divina da poesia
Se bastasse cantar compassivo
Pra aplacar a agonia
Nessas terras de gente cativa
De cantar morreria
Mas quem sou eu?
Mas quem sou eu?
Simples agente da estrela regente
das sinfonias
Ë preciso muito, muito mais
gente cantando
É preciso muito, muito mais
É quase um esforço sobre-humano
Pra conseguir mudar os planos
É preciso muito, muito mais gente
cantando
É preciso muito, muito mais
Cantar a paz no mundo inteiro
É quase um esforço derradeiro
Se bastasse cantar com brandura
Pra estancar a sangria
Pro universo viver com candura
de cantar morreria
Mas quem sou eu?
Mas quem sou eu?
Simples cantante
das noites orantes das liturgias
É preciso muito, muito mais gente
cantando
É preciso muito, muito mais
Cantar, cantar que ainda é tempo
Uma canção sem sofrimento
É preciso muito, muito mais gente
Cantando
Ë preciso muito, muito mais cantar
com o céu,
Com os movimentos,
Cantar com a luz, com os elementos
Enquanto espero
Sigo cantando, e cantando e cantando
Eu vou vivendo

segunda-feira, 6 de junho de 2011

PENTECOSTES - A festa do Espírito Santo

VAMOS CANTAR A CELEBRAÇÃO     
A “Missa do Espírito Santo”, da autoria de Irmã Míria Kolling e Pe. Lúcio Floro, é uma boa proposta para se cantar nesta solenidade. Além desta missa, propomos outras sugestões para ajudar sua equipe a cantar esta liturgia. 
Entrada: A canção de abertura exprime alegria e faz menção da solenidade da Vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos. O canto inicial poderá trazer a “recordação” de que a assembléia está reunida, como os apóstolos em Jerusalém. A canção “Estaremos aqui reunidos...” é muito oportuna para este momento. Outra proposta, sugerida no Hinário da CNBB, é “O Espírito do Senhor”; (cf. Hinário da CNBB, fasc. 2, p. 36). Uma canção antiga, mas que certamente será cantada por muita gente é “A nós descei divina luz”. Na primeira estrofe canta que o Espírito Santo “nos irmana no Senhor”, cumprindo assim, uma das funções do canto de entrada.  Para aquelas comunidades que conhecem o “Veni creator” em português, é sempre uma boa proposta: “Senhor e criador, que és nosso Deus, vem inspirar, estes filhos teus...” 
Salmo responsorial: No Salmo Responsorial seria interessante cantar o refrão: “Envia, teu Espírito, Senhor, e renova a face da terra”. Uma vez que este refrão é muito conhecido em nossas comunidades, torna-se uma boa escolha. Certamente, que ficará bem mais bonito se o salmista cantar o salmo em vez de recitá-lo. 
Seqüência: A seqüência, que faz parte da Liturgia da Palavra desta missa, dentro da normalidade da celebração, deveria ser cantada. Caso não se conheça uma melodia, algum compositor da comunidade poderia compor uma melodia para esta poesia. O Hinário da CNBB propõe a seqüência, musicada de forma bem popular, com o refrão do “A nós descei, divina luz... em nossas almas acendei...” (cf. Hinário da CNBB, fasc. 2, p. 112). 
Aclamação ao evangelho: Vamos propor, mais abaixo, que se faça uma bela procissão com o evangeliário pela igreja, antes da proclamação do evangelho. Durante este percurso, escolham um belo “Aleluia”, que poderá ser cantado, tanto durante a procissão, como no final da proclamação do evangelho. 
Oração da comunidade: Existe uma prece ao Espírito Santo, facilmente cantável, que pode ser usada neste momento da oração da comunidade: “Vem, Espírito Santo, vem, iluminar”. As estrofes desta canção dizem: “Nossa família, vem, iluminar. Nossa paróquia vem, iluminar...” As estrofes com os pedidos podem ser formuladas pelo pessoal do ministério da música. Um solo poderá cantar as preces e o povo responde o refrão. 
Apresentação das ofertas: Uma canção muito bonita para este momento está no Hinário Litúrgico: “Eis a procissão” (cf. Hinário da CNBB, fasc. 2, p. 37). 
Comunhão: Juntamente com a comunhão, o dom eucarístico, a assembléia poderá pedir os dons do Espírito Santo, com a canção da “Missa do Espírito Santo”: “Senhor, vem dar-nos Sabedoria...”. No Hinário Litúrgico da CNBB você encontra a canção “O Espírito do Senhor repousa sobre mim” (cf. Hinário da CNBB, fasc. 2, p. 166). 
Ação de graças: Mesmo que não se deva esquecer o silêncio, como parte integrante da celebração, após a oração silenciosa, pode-se cantar uma música de louvor ao Espírito Santo, de modo bem calmo e suave. Pode-se cantar, por exemplo, “O Espírito de Deus repousa sobre mim...” Caso sua equipe queira cantar uma outra súplica, invocando a vinda do Espírito Santo, a canção “Enviai, Senhor!” (cf. Hinário da CNBB, fasc. 2, p. 137). 
Canção do envio e dispersão da assembléia: Esta última canção deverá ser uma canção alegre e que recorde aos celebrantes a necessidade de viver deixando-se guiar pelo Espírito Santo ou ainda, levar a mensagem que os cristãos devem encantar o mundo pela vivência do evangelho. A canção da “Missa do Espírito Santo” de Ir. Maria, encaixa-se dentro dessa proposta: “O amor de Deus cobriu, céus e mares...”


É isso ai povo de Deus! Vamos celebrar a liturgia da festa do Espírito Santo, Paráclito, de maneira festiva, porém correta!
Valeu! Abraço!

terça-feira, 17 de maio de 2011

Reflexão de uma coordenadora

Dia desses escutando um programa de rádio, escutei uma mensagem em que uma mulher narrava algo que aconteceu em sua vida.Ela falava sobre aquelas crianças que, por necessidade, passam de porta em porta pedindo o "bom e velho" pão velho, mas um simples ato dela deu um grande significado àquela criança. O simples fato de ela parar alguns minutos de sua vida para dar atenção e algumas palavras ao menino. Ao final da conversa, quando foi pegar o pão, perguntou ao menino se servia pão novo, e aquela criança respondeu: - Não precisa não. A senhora já conversou comigo, isso já foi bom.


Isso pode servir de lição para nós. As vezes, nós cristãos, atendemos esses pedintes com má vontade, e muito mal, damos o pão velho. Será que já paramos em algum momento pra conversar com algum deles? Alguém já pensou se não é de uma palavra que essa pessoa pode estar precisando? Será que o nosso tempo é tão precioso que não podemos parar por 10 minutos e dar atenção a uma pessoa dessa?
Temos que lembrar que aquele que deu a vida por nós, pregou e nos deixou um ensinamento: a celebração da partilha do pão da vida. É desse pão que precisamos comungar.


Abraço!
Poly Lima

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Nova coordenação na nossa pastoral

Na ultima reunião, em 06/05/2011, foi realizada a eleição para novos coordenadores da pastoral da música, tendo em vista que Elme (até então coordenadora) ja estava atuando a cinco anos.
Sendo assim neste dia concretizou-se a eleição,onde foi mudada a coordenação.
Nova coordenação:


Coordenador: Fernando Lima, atuante no grupo Anunciar-te - São José / N Sra Aparecida


Vice coordenador: Alexandre, atuante na RCC -  N. Sra. Aparecida


Esperamos e rezamos pelo bom trabalho dos novos coordenadores! Que venham os desafios...
BOA SORTE!!!
O Angelus Domini estará disponivel para ajudar!
Abraço!

domingo, 24 de abril de 2011

CRISTO RESSUSCITOU, ALELUIA...

"Este é o dia que o Senhor fez para nós! Alegremo-nos e nEle exultemos..."
A morte foi vencida pelo Senhor da Vida.
É páscoa!!!
Agora podemos comemorar a ressurreição depois do sofrimento...
O sepulcro está vazio!
Cantai hinos de louvor!!!
Ele se entregou para nossa salvação... para a redenção dos nossos pecados.
E a palavra se cumpriu!!!
FELIZ PÁSCOA!!!
CRISTO RESSURGIU, ALELUIA, ALELUIA!

Abraço a todos!!!

domingo, 17 de abril de 2011

PAPO ENTRE AMIGOS

Neste espaço conversaremos com pessoas que já foram, e de fora, acompanham a trajetória do Grupo. E para iniciar estaremos dialogando com Fernando Lima, um dos fundadores, hoje integrante do grupo Anunciar-te.


AD – O Angelus Domini surgiu de uma idealização, de um sonho, ou como num susto?
     O grupo surge no início de 2000 a partir da ideia de reunir amigos músicos para tocar e cantar nas missas. Se foi sonho, não sei. Foi uma idealização que ganhou forma e sentido com o passar do tempo.
AD – Ao ver o AD em serviço da comunidade, como um dos fundadores, qual foi a sua sensação? Como se sentiu?
   Essa experiência pode ser dividida em duas partes, uma enquanto ainda eu estava no grupo e outra depois que saí.  Enquanto ainda fazia parte do grupo, a sensação de estar conseguindo cumprir a missão à qual me propusera era de grande satisfação permeada de grande alegria. Depois da minha saída, ver o Angelus Domini dando passos firmes e seguros foi e é bastante gratificante, pois é resultado de um projeto de Deus, construído por seus filhos.
AD – Em algum momento você sentiu diferença entre os demais integrantes das várias formações, com relação ao sentido da missão?
    Sim, cada pessoa que entra no grupo já configura uma formação diferente. Cada formação adquire novas características, mesmo que sutis. O sentido maior da missão permaneceu intacto, mas houve formações em que predominava o amor à liturgia; outras o forte eram animações em festas; em algumas formações a dedicação religiosa foi superior à musical e vice-versa.
AD – Em alguma formação você pensou em findar o grupo, tomado pelo desânimo e falta de interesse de membros?
   Acho que sim, mas não sei se eu seria capaz de acabar o grupo até porque acho que não houve situação de desânimo geral, e uma decisão como esta não pode ser tomada por uma só pessoa. Ao contrário disso, em muitas situações pensávamos em multiplicar o grupo, formando outros pequenos grupos paralelos.
AD – Quando você declarou que sairia do grupo houve um confronto com outro integrante que saiu primeiro, te obrigando a ficar. Nesse tempo de permanência “forçada” você pensou em não sair mais?
   Pensei. Na verdade a minha saída do grupo foi uma maneira que encontrei fazer com que a missão se multiplicasse. Sentia já que o grupo podia sim caminhar independente, lembrando que nessa época havia uma enorme dependência entre os membros. Não fazia bem a ninguém. Não ajudava a crescer. Por isso, mesmo depois da saída do referido membro, ainda era necessário cortar o cordão umbilical e mostrar que podiam voar com suas próprias asas.
AD – Quando saiu, você achava que os que ficaram conseguiriam ganhar a confiança dos líderes da Paróquia?
    Sim, nunca me vi como o centro do grupo. Nunca achei que a confiança era só em mim.
AD – Após sua saída, nós que ficamos nos sentimos desafiados a continuar com esse projeto, você achou que o AD chegaria até aqui?
   Acho que nunca duvidei disso. Como já disse, nunca me achei o centro do grupo. Reconheço a minha importância, mas não fui peça mais importante disso tudo. Desde que o centro fosse Jesus, nunca ninguém estaria sozinho.
AD – Fernando para o grupo hoje é, não só o fundador, mas um amigo, um companheiro. Em algum momento você se entristeceu com algum comportamento, com a postura do AD?
   Não sei. Acho que me entristecem os momentos em que o grupo ou pessoas do grupo ficam estagnados, sem se acharem capazes de evoluir e aprender mais. Dizer “não sei e por isso não faço” é um sinal claro dessa estagnação.
AD – Lembro-me que pouco tempo antes de sua saída você declarou que via o AD como um menino que precisava crescer e amadurecer em algumas coisas. E hoje, acompanhando de fora o trajeto da caminhada, como você enxerga o grupo?
   Um menino que já sabe voar com as próprias asas. Sabe aonde quer ir e vai. Menino porque com onze anos não pode ser chamado de velho né?!
AD – Em algum momento pensou em retornar ao AD?
   Sim, mas acho que o meu tempo passou. O que nunca me impediu de colaborar com vocês.
AD - Obrigada pelo papo. Deixa um conselho, uma dica, uma mensagem para essa atual formação.
   Digo pra vocês o que tenho como ideal: se estou em busca do céu, Cristo deve estar sempre à frente.
Obrigado pela conversa. Estarei sempre à disposição.

Esse foi o nosso papo com Fernando Lima. Em breve papearemos com mais alguém.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

POSTURA NA MISSA

Muitas pessoas, tiro por exemplo alguns dos que passaram pelo AD, tem certa dificuldade em como se comportar enquanto canta ou toca na missa. Em que postura ter. E aí vem um momento de nós, que estamos a mais tempo, explicar.
Vejamos, o mínimo que se espera de pessoas que estão ali a frente da animação litúrgica, é uma boa postura um bom comportamento.
Em se tratando de vestes, é coisa simples, basta lembrar que não está indo a um show e nem a um passeio no shopping, na praia ou na casa de um amigo, e sim ao encontro daquele que deu a vida por nós. Vestir-se com serenidade e respeito ao momento.
HOMENS: Basta não ir de bermuda, camiseta, chinela.
MULHERES: Nada de decotes extravagantes, saias curtas, maquilagem pesada.
Lembrando que a missa não é um concurso de moda.
Em se tratando do comportamento durante a celebração, não precisamos nos transformar em robôs, mas se evitarmos muita conversa paralela, e saidas desnecessárias do local do ministério, já ajuda muito. As conversas entre pessoas do grupo chama atenção de quem está na assembléia, bem como ficar saindo a todo momento, e isso causa a desconcentração das pessoas, o que não é bom para a a celebração nem para o ministério.


São coisas simples como essas que podem fazer a diferença na mensagem que a celebração quer transmitir.
Valeu!
Abraços!
Poly Lima!

segunda-feira, 4 de abril de 2011

A PASTORAL DA MÚSICA CONVIDA

Olá amigos!
A coordenação da Pastoral da Música, junta ao Pe. Fausto, convida: 
membros de grupos e corais da Paróquia de São José e comunidades para no dia 06/05 (sexta-feira),as 20h, realizar reunião para eleição da nova coordenação da nossa pastoral. 
A realizar-se na Igreja de São José.
É importante a presença de todos integrantes.
Podem repassar a informação a quem interessar possa! 
Até lá!
OBRIGADA!

Poly Lima

domingo, 27 de março de 2011

30 pecados de um músico Cristão

1- Fazer do altar um palco;
2- Impor sempre seu gosto pessoal;
3- Cantar por cantar;
4- "Só toco se for do meu jeito";
5- Ir sempre contra a idéia da equipe de celebração e do padre;
6- Escolher sempre as mesmas músicas;
7- Nunca sorrir;
8- Usar instrumentos desafinados;
9- Tocar músicas de novela em casamento;
10- Afinar os instrumentos durante a missa;
11- Colocar letra religiosa em música da "parada";
12- Nunca estudar liturgia;
13- Não prestar atenção na letra do canto;
14- Não ler o Evangelho do dia antes de escolher as músicas;
15- Cantar forte demais no microfone, ou seja, o seu é sempre o mais alto;
16- Volume dos instrumentos (muito) acima do volume dos microfones;
17- Coral que canta tudo sozinho;
18- Cantar só para exibir-se (estrelismo);
19- Distrair a assembléia com conversas paralelas durante a missa;
20- Não avisar ao padre as horas que serão cantadas;
21- Nunca ensaiar novas canções nem estudar o instrumento que ministra (voz, violão, teclado...);
22- Ensaiar tudo antes da missa;
23- Cantar músicas desconhecidas;
24- Usar roupa bem extravagante, que chame a atenção;
25- Fazer de conta que está em um show de rock;
26- Perder contato com a assembléia;
27- Músicas fora da realidade e do tempo litúrgico;
28- Fazer o máximo de barulho;
29- Não ter vida interior, oração com o Ministério inteiro ou falsa humildade;
30- Repetir no fim de cada celebração: "vocês são ótimos, eu sou apenas o máximo!";





Disponível em: http://musicoscristaoscatolicos.blogspot.com/2010/09/os-30-pecados-do-musico-catolico.html

quinta-feira, 24 de março de 2011

E essa Campanha da Fraternidade?!

ESSA VEIO PRA CHOCAR OS QUE TEM CORAÇÃO, SENTIMENTO PELA VIDA!

Será que fazemos algo para melhorar nosso planeta?
Coisas simples como economizar água, jogar lixo no lixo, evitar poluição... São gestos de vida!
É comum ver pessoas de igreja jogando lixo na rua, e quando são repreendidas respondem: "Que nada! O que seria dos garis se ninguém fizesse isso?"
Como assim? E a consciência Cristã ficou aonde?
Essa CF veio a calhar para, quem sabe, pessoas com esse pensamento refletir um pouco sobre seus atos.
E não para po aí... inclusa nesta, tem temas refletidos em outras campanhas como a da Amazônia, também a que teve como lema: "escolhe, pois a vida", a que falou sobre a água, outra sobre a inclusão de todos, e tantas outras.
É mais um momento para revermos nossos conceitos, nossos gestos, nossas atitudes.
Vejamos a letra do hino, para entendermos melhor:

(Composição: Pe. José Antônio de Oliveira / Casimiro Nogueira)
1. Olha, meu povo, este planeta terra:

Das criaturas todas, a mais linda!
Eu a plasmei com todo amor materno,
Pra ser um berço de aconchego e vida. (Gn 1)
REFRÃO
Nossa mãe terra, Senhor,

Geme de dor noite e dia.
Será de parto essa dor?
Ou simplesmente agonia?!
Vai depender só de nós!
Vai depender só de nós!
2. A terra é mãe, é criatura viva;
Também respira, se alimenta e sofre.
É de respeito que ela mais precisa!
Sem teu cuidado ela agoniza e morre.
3. Vê, nesta terra, os teus irmãos. São tantos...
Que a fome mata e a miséria humilha.
Eu sonho ver um mundo mais humano,
Sem tanto lucro e muito mais partilha!
4. Olha as florestas: pulmão verde e forte!
Sente esse ar que te entreguei tão puro...
Agora, gases disseminam morte;
O aquecimento queima o teu futuro.
5. Contempla os rios que agonizam tristes.
Não te incomoda poluir assim?!
Vê: tanta espécie já não mais existe!
Por mais cuidado implora esse jardim!
6. A humanidade anseia nova terra. (2Pd 3,13)
De dores geme toda a criação. (Rm 8,22)
Transforma em Páscoa as dores dessa espera,
Quero essa terra em plena gestação!

Então é isso!
VAI DEPENDER SÓ DE NÓS!!!
Abraço.
Poly Lima

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Fala coordenadora

MISSÃO, MÚSICA E FÉ.
Cabe falar desta vez que contra fatos não há argumentos.
De acordo com os fatos vale afirmar que a missão do AD é levar a mensagem aos corações das pessoas através da música, testemunhando e professando a fé vivida. 
Fé esta que por algumas vezes nos falta na missão.
Somos humanos, frágeis e imperfeitos, em busca do mínimo da perfeição do nosso Criador.
Por vezes muitas, passamos por provações, como um teste da crença no poder de Deus.
Tem acontecido constantemente na caminhada do AD, como espécie de lição.
E como barcos ao mar, membros vem cheios de vontade... e vão.
E quando se vão, quem fica desanima, entristece temendo o fim dessa missão chamada Angelus Domini.
E Deus logo manda Seu recado...
Pessoas novas que chegam, ou antigas que retornam dispostas a dar prosseguimento a essa caminhada.
Essa é a maior lição, no verdadeiro sentido da missão, que Deus nos transmite:
Persistencia, coragem e, acima de tudo, A FÉ QUE NOS SUSTENTA!
E é exatamente isso... A fé que move montanhas, move o Angelus Domini e os seus!
Abraço a todos!
Poly Lima!

domingo, 13 de fevereiro de 2011

O TERÇO BIZANTINO "Cikotki"

COMO REZAR O TERÇO BIZANTINO: Você não precisa necessariamente ter o terço bizantino para rezá-lo. Um terço comum serve. O importante é a sua fé. Depois de escolhido o tema, você repetirá dez vezes cada jaculatória (frase).
Exemplo: Jesus, me ajude (repita dez vezes); Jesus, me cure (repita dez vezes) e assim até terminar os 5 mistérios do terço.
Conheça agora as orações e deixe que a verdade de Deus penetre em sua vida.

1) Como Instrumento de CURA FÍSICA
* Jesus, me ajude;
* Jesus, me cure;
* Eu te amo, Jesus;
* Fica comigo, Jesus;
* Obrigado, Senhor!
2) RENOVAÇÃO (Para a segunda-feira)
* Senhor Jesus Cristo;
* Senhor Jesus Cristo, liberta-me do desânimo e mau humor;
* Senhor Jesus Cristo, abençoa-me nesta segunda-feira;
* Senhor Jesus Cristo, renova e alegra-me nesta segunda-feira;
* Obrigado, Senhor Jesus Cristo!
3) DEPRESSÃO (Para a terça-feira)
* Senhor Jesus Cristo;
* Senhor Jesus Cristo, nesta terça-feira, liberta-me da depressão;
* Senhor Jesus Cristo, preencha todas as áreas da minha mente com seu amor;
* Senhor Jesus Cristo, equilibra a minha mente;
* Obrigado, Senhor Jesus Cristo!
4) ANGÚSTIA (Para a quarta-feira)
* Senhor Jesus Cristo;
* Senhor Jesus Cristo, nesta quarta-feira, liberta-me de toda angústia;
* Senhor Jesus Cristo, preencha todas as áreas do meu ser com paz;
* Senhor Jesus Cristo, equilibra-me com seu amor;
* Obrigado, Senhor Jesus Cristo!
5) ENFERMIDADE (Para a quinta-feira)
* Senhor Jesus Cristo;
* Senhor Jesus Cristo, nesta quinta-feira, liberta-me de toda e qualquer enfermidade;
* Senhor Jesus Cristo, visita o mais íntimo de mim e no seu amor cura-me;
* Senhor Jesus Cristo, equilibra-me fisicamente;
* Obrigado, Senhor Jesus Cristo!
6) TRABALHO (Para sexta-feira)
* Senhor Jesus Cristo;
* Senhor Jesus Cristo, nesta sexta-feira, abençoa o meu trabalho e empreendimentos;
* Senhor Jesus Cristo, que eu possa me realizar no meu trabalho;
* Senhor Jesus Cristo, pelo teu amor, que eu possa prosperar;
* Obrigado, Senhor Jesus Cristo!
7) ESTRESSE (Para o sábado)
* Senhor Jesus Cristo;
* Senhor Jesus Cristo, neste sábado, liberta-me do esgotamento e do estresse;
* Senhor Jesus Cristo, que eu possa descansar neste final de semana;
* Senhor Jesus Cristo, reanima-me com teu amor;
* Obrigado, Senhor Jesus Cristo!
8) FAMÍLIA (Para o domingo)
* Senhor Jesus Cristo;
* Senhor Jesus Cristo, neste domingo, tem misericórdia de minha família;
* Senhor Jesus Cristo, salva minha família;
* Senhor Jesus Cristo, que minha família cresça no teu amor;
* Obrigado, Senhor Jesus Cristo!

"Terço Bizantino, a oração simples que chega ao céu!"  
(Padre Marcelo Rossi)

FONTE: http://www.npdbrasil.com.br/religiao/como_rezar_o_terco_bizantino.htm

domingo, 30 de janeiro de 2011

FALA COORDENADORA....

DEUS, NÓS & O TEMPO

Enquanto muitas vezes paramos no tempo por bobagens, Deus está sempre traçando algo mais para o nosso caminho, para a nossa vida.
Deus, o nosso Criador, está sempre retocando suas obras, que somos nós.
O tempo, nosso desgastador, está sempre arruinando nossas carcaças e vidas de acordo com a forma que o usamos.
Somos filhos de Deus, por muitas vezes esquecemos, e não sabemos retribuir a Ele pelo dom da vida....
Somo escravos do tempo e, quase sempre, usamos ele para coisas inuteis...
E PORQUE NÃO ALIAR O TEMPO A DEUS???
Tornemos então esse tempo útil usando-o com para coisas que agradem a Deus. Usemos para Deus, com Deus.
DEUS: Criador das criaturas e do tempo.
TEMPO: Desgastador das criaturas...
Pensemos nisso!
Poly